Vem, cara, me retrate/Não é impossível/Eu não sou difícil de ler/Faça sua parte/Eu sou daqui eu não sou de Marte/Vem, cara, me repara/Não vê, tá na cara, sou porta-bandeira de mim/Só não se perca ao entrar/No meu infinito particular(...)"

.tags

. todas as tags

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.les moines boudhistes- my spirit flies

.posts recentes

. ser supreendida!

. facebook...

. voltar aqui

. pontuação...

. cigarro tecnológico

. já tinha saudades...

. ó meu rico menino!

. como quero me sentir!

. perdi-me...e não me consi...

. há quanto tempo anda nest...

. uma forma de vêr!

. uma verdade!

. Não custa nada fazer, é s...

. origem vegetal ou orige a...

. As respostas de um amigo

Segunda-feira, 27 de Março de 2006

O casamento tornou-se...

O amor é uma experiência - existencial, como o sabor. Se você não provou o sal, não há nenhum modo de explicá-lo a você, se você o provou, não há meio de esquecê-lo.

 

O casamento tornou-se uma lista interminável de tarefas que o outro não realiza.

Cada um tem a sua. E para cada item da lista, uma explicação comovente sobre a infelicidade provocada pela tampa da pasta de dente aberta, ou pela calcinha no box…
Claro que isto ocorre no seu casamento também.
E no de muita gente muito mais legal ou descolada que eu e você conhecemos.
Caímos todos na mesma rede – Como nossos pais… casamentos biológicos. Nada alquímicos, já diziam Campbell. E tudo acaba em perfeito desajuste, quando não num tribunal.

O que há para ser vivido que não nos contaram?
Se o casamento nos oferece a grande chance de aprendermos a amar e compartilhar, como é que o meu estado de alma mais subtil se altera tão rapidamente ao passar pela tampa do vaso sanitário aberta? Com o quê estou me conectando?

Afinal o que é o amor?
O amor não é uma propriedade a ser guardada, ela é uma radiância, uma fragrância a ser compartilhada. Quanto mais você compartilha, mais você tem,
Quanto menos você compartilha, menos você tem. Segundo Gurdjeff: "Tudo que o que guardei, perdi. E tudo que eu dei, é meu e ainda está comigo." Se você compartilhar, seu organismo fica livre de venenos. É uma das maiores virtudes espirituais.
E para compartilhar dentro do casamento, torne-se Nada. Quando você começa a achar que é alguém, fica iludido consigo mesmo, e o amor não flúi mais. O amor só flúi de alguém que é ninguém. O amor habita somente no nada. Quando você está vazio, há amor. Esse é o significado de ser humilde. O amor torna-o ninguém, o amor tira-o do seu chão, o amor destrói seu ego completamente, e lhe dá uma nova vida: humilde, simples, uma vida na qual Deus pode atravessar, e a música do amor flúi através de vocês. Você não é mais um obstáculo, porque você não está mais ali para atrapalhar. Se você está, você é o obstáculo.

...Para no final, ficarmos como um cântaro, cheios de água, mas com a boca seca.


A lamparina brilha forte quando o pavio e o óleo estão limpos. Para isto é necessário que alguém os limpe. A chama não percebe o processo de limpeza.
Os ramos de uma árvore são sacudidos pelo vento, o tronco permanece imóvel.
A acção quanto a inacção podem encontrar lugar em ti: teu corpo agitado, tua mente tranquila, tua alma límpida como um lago na montanha.

Existe a vida, a morte e o amor.
A vida está acontecendo a cada segundo.
A morte é uma certeza.
Então só lhe resta uma coisa a ser feita, algo que você pode fazer, que depende de você: o amor. E por depender de você, há toda a possibilidade de perdê-lo.
Aqui está a residência do medo. Medo de não conseguir amar, medo de amar e perder, de ser abandonado, medo de não ser amado, medo, preocupação, medo do presente, do futuro e até do passado.
Abandone o passado a cada momento.
Lembre-se de abandoná-lo. Assim como você limpa sua casa todas as manhãs, a cada momento limpe sua casa interior do que passou.
Não espere nada do futuro.
Abandone as expectativas. Uma vez abandonadas, você aprendeu a viver. Então tudo que lhe acontece, o satisfaz, seja o que for. A frustração é uma sombra da expectativa.
Ninguém está contra você, a existência não é uma conspiração contra você, ela é o seu lar.
Ame o homem, a mulher, a criança, o animal, a árvore, as estrelas.

A vida é assim.
Não mude de casamento, mude seu olhar sobre ele. Seu amado é apenas uma ponte para você viver a maior experiência: o amor por toda a existência. Deixe seu anseio profundo ser uma busca pelo seu próprio ser interior. Lá o encontro com você mesmo já está acontecendo. Mude o foco: do benhê para o amor, para o que há entre vocês. A diferença está na perspectiva escolhida e não no objecto examinado...

E você, o que quer, ser feliz ou ter razão?


"Deseje a sabedoria.
Quer explorando o que existe à sua volta, quer aprofundando-se até as mais distantes fronteiras do conhecimento humano, no final você sempre se defrontará com alguma coisa inexplicável. Ela se chama vida." Albert Schweitzer

 

Este texto não é meu o autor é desconhecido mas achei muito interessante.

 

sinto-me:
música: meus momentos - Alceu Valença

publicado por bruxabouga às 09:50

link do post | comentar | favorito
|

Religião Vs Casamento

                                           Religião VS Casamento

 

 

 

Só agora compreendo o quão difícil é tal união de facto, e debatem-se os Homens para ter liberdade para exprimir os seus sentimentos ao mesmo tempo que se embrenham pelos caminhos da religião, por favor pensem isso não é possível, o coração é único e só um ser supremo pode realmente partilhá-lo com muitos e se tais seres existem, que acredito que sim, é impensável alguém ser egoísta de o querer só para ele.

Na realidade quando amamos somos egoístas, ciumentos e egocêntricos, pois embora inconscientemente acreditamos que somente pensamos no ser que amamos e que tudo fazemos para o fazer feliz, não é verdade, a realidade é que só estamos a pensar em nós e no nosso bem estar.

Foi difícil chegar aqui e ainda mais difícil é realmente acreditar em tudo isto, as minhas vísceras saltaram como uma presa ao ser deli cerada pelo seu predador, a cada dentada sentia uma dor, uma dor profunda e sem fim. Mas estou cá, estou morta mas respiro, estou seca mas os meus fluidos vitais ainda correm…mas estou finalmente em paz.

Alguém sábio um dia disse para vermos o quanto o amor de uma mãe pássaro é verdadeiro, pois dedica todo o seu ser às suas crias até elas serem independentes e aí retira-se definitivamente e vejam só o Homem, criou um vírus letal para aniquilar todos estes seres, como somos medíocres, tudo o que nos possa realmente mostrar a verdade de estarmos aqui, mata-mos.

No fundo é o que a união casamento/religião faz, há-de chegar o momento em que todos estaremos sós e não será somente quando a morte física chegar como todos pensamos, ou pelo menos alguns, mas sim quando todos nós quão zombies andarmos a vaguear sem rumo, ou será que já o somos e andamos a enganarmo-nos uns aos outros? Ou melhor a nós mesmos?...

Quando um dia conseguir fazer parar o meu coração por um milésimo de segundo que seja, esvaziar todo o meu ar e suspendê-lo no espaço, aí sim estarei no caminho certo poderei flutuar nas nuvens, pois o peso do meu corpo nada me dirá, até lá terei de caminhar com estas amarras que me prendem ao chão.

Por isso se alguém já está no bom caminho porquê pará-lo deixai voar quem já tem asas…

 

sinto-me:
música: fly away

publicado por bruxabouga às 09:44

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 25 de Março de 2006

eh voilá

bem aqui estou eu não estou com muito tempo tenho pilhas de coisas para fazer isto tudo porque me tenho distraído bastante, mas infelizmente a minha distração não tem sido propriamente dito uma distraçao mas sim preguiça mesmo, é últimamente tenho andado com uma preguiça que só visto

é isso aí meu cara nada como uma boa preguiça!

Mas falemos um pouco de coisas mais sérias ou será que não? olha simplesmente escrevo tudo o que de momento me passa pela cabeça, metade da casa já está arrumada e limpa mas quem me manda a mim ter uma casa tão grande ? estou como a publicidade ou saío-lhe o totoloto, ou tem pais ricos, ou foi ao Bes, é só que não foi nada disso sou mesmo é parva e acumulo tralha como nunca visto, de tempos a tempos lá vai uma geral e muita coisa vai para o lixo, mas tento mesmo fechar muito os olhos porque acho sempre que um dia vou ter tempo e aquilo ainda vai dar para reciclar, até que quando meto mãos à obra saiem coisas bem maneiras, ups estão a chamar-me se puder ainda volto.

sinto-me:
música: não sei o nome

publicado por bruxabouga às 16:02

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Março de 2006

A Primavera

 

É parece que a Primavera chegou mas esqueceu-se de alguma coisa do outro lado do Mundo e teve de viajar, esperemos que volte de pressa pois coitadas as andorinhas da beirada da minha casa andam completamente baralhadas, não estão a perceber nada do que se está a passar eu de cada vez que vou à varanda volteiam à minha roda chilreando como se eu fosse a culpada, bem lhes explico que não estou a regar nada e que embora ande de mau humor não carrego nenhuma nuvem negra em cima de mim, bem melhores dias virão.

tentei começar a escrever aqui assiduamente mas o meu outro blog estava a ser um pouco concorrido e tive de andar a dar lá alguma assistência, mas agora já chega é preciso mesmo voltar à nossa língua materna para puder dizer o que nos bem apetece, é realmente esta história dos blogs até se torna engraçada acabamos por ser todos uns cuscus a ler a vida dos outros, convenhamos que não é nada saudável e não é por causa da cusquíce que essa até é o menos, são mas é os kilinhos a amais que vamos ganhando com o traseiro sempre sentado.

Bem é assim eu hoje até já fiz bastante trabalho e não fiz mais por causa do temporal, houve desmarcações, que até me deram um certo jeito pois não estou nos melhores dias. Cheguei a casa sentei-me um pouco a ver os emails e dei também uma breve consulta pelo meu outro blog, e lembrei-me que já que estou agora aqui vou mas é falar Português!

Vou ter de sair pode ser que ainda volte, estou a precisar escrever afinal o que vou decidir da minha vida, vou? fico? isto é uma gaita quando não conseguimos prever o futuro as dúvidas são constantes...

sinto-me:
música: Shoop, shoop song - Cher

publicado por bruxabouga às 17:52

link do post | comentar | favorito
|

...

<embed src="http://www.conselhonet.com.br/Voice/atualizacao/B5-Algum_lugar.mid" width="70" height="25" autostart="true">

publicado por bruxabouga às 17:44

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 13 de Março de 2006

Conquistar os inimigos

Conquistar os inimigos

"A melhor altura para cultivar o amor e a compaixão pode ser justamente quando somos confrontados com situações ou pessoas difíceis. É nessas alturas que estes sentimentos ganham força e realidade. Quando os cultivamos, confortavelmente sentados em nossa casa, parece mais fácil mas também é menos eficaz. Os praticantes procuram por vezes os inimigos para se treinarem no amor e na compaixão e chegam a vê-los como verdadeiros mestres. "

Mingyur Rinpoche


publicado por bruxabouga às 15:59

link do post | comentar | favorito
|

Bem-vindos ao meu pequeno Mundo


publicado por bruxabouga às 15:55

link do post | comentar | favorito
|

.porque sou de 67 - Brel

.é só carregar no play e pause na Mylene...

.mais sobre mim

.links

.contas

Search this website:

Powered by Apollofind.com

.as minhas fotos

.arquivos

. Janeiro 2010

. Julho 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

blogs SAPO

.subscrever feeds