Vem, cara, me retrate/Não é impossível/Eu não sou difícil de ler/Faça sua parte/Eu sou daqui eu não sou de Marte/Vem, cara, me repara/Não vê, tá na cara, sou porta-bandeira de mim/Só não se perca ao entrar/No meu infinito particular(...)"

.tags

. todas as tags

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.les moines boudhistes- my spirit flies

.posts recentes

. ser supreendida!

. facebook...

. voltar aqui

. pontuação...

. cigarro tecnológico

. já tinha saudades...

. ó meu rico menino!

. como quero me sentir!

. perdi-me...e não me consi...

. há quanto tempo anda nest...

. uma forma de vêr!

. uma verdade!

. Não custa nada fazer, é s...

. origem vegetal ou orige a...

. As respostas de um amigo

Segunda-feira, 27 de Março de 2006

O casamento tornou-se...

O amor é uma experiência - existencial, como o sabor. Se você não provou o sal, não há nenhum modo de explicá-lo a você, se você o provou, não há meio de esquecê-lo.

 

O casamento tornou-se uma lista interminável de tarefas que o outro não realiza.

Cada um tem a sua. E para cada item da lista, uma explicação comovente sobre a infelicidade provocada pela tampa da pasta de dente aberta, ou pela calcinha no box…
Claro que isto ocorre no seu casamento também.
E no de muita gente muito mais legal ou descolada que eu e você conhecemos.
Caímos todos na mesma rede – Como nossos pais… casamentos biológicos. Nada alquímicos, já diziam Campbell. E tudo acaba em perfeito desajuste, quando não num tribunal.

O que há para ser vivido que não nos contaram?
Se o casamento nos oferece a grande chance de aprendermos a amar e compartilhar, como é que o meu estado de alma mais subtil se altera tão rapidamente ao passar pela tampa do vaso sanitário aberta? Com o quê estou me conectando?

Afinal o que é o amor?
O amor não é uma propriedade a ser guardada, ela é uma radiância, uma fragrância a ser compartilhada. Quanto mais você compartilha, mais você tem,
Quanto menos você compartilha, menos você tem. Segundo Gurdjeff: "Tudo que o que guardei, perdi. E tudo que eu dei, é meu e ainda está comigo." Se você compartilhar, seu organismo fica livre de venenos. É uma das maiores virtudes espirituais.
E para compartilhar dentro do casamento, torne-se Nada. Quando você começa a achar que é alguém, fica iludido consigo mesmo, e o amor não flúi mais. O amor só flúi de alguém que é ninguém. O amor habita somente no nada. Quando você está vazio, há amor. Esse é o significado de ser humilde. O amor torna-o ninguém, o amor tira-o do seu chão, o amor destrói seu ego completamente, e lhe dá uma nova vida: humilde, simples, uma vida na qual Deus pode atravessar, e a música do amor flúi através de vocês. Você não é mais um obstáculo, porque você não está mais ali para atrapalhar. Se você está, você é o obstáculo.

...Para no final, ficarmos como um cântaro, cheios de água, mas com a boca seca.


A lamparina brilha forte quando o pavio e o óleo estão limpos. Para isto é necessário que alguém os limpe. A chama não percebe o processo de limpeza.
Os ramos de uma árvore são sacudidos pelo vento, o tronco permanece imóvel.
A acção quanto a inacção podem encontrar lugar em ti: teu corpo agitado, tua mente tranquila, tua alma límpida como um lago na montanha.

Existe a vida, a morte e o amor.
A vida está acontecendo a cada segundo.
A morte é uma certeza.
Então só lhe resta uma coisa a ser feita, algo que você pode fazer, que depende de você: o amor. E por depender de você, há toda a possibilidade de perdê-lo.
Aqui está a residência do medo. Medo de não conseguir amar, medo de amar e perder, de ser abandonado, medo de não ser amado, medo, preocupação, medo do presente, do futuro e até do passado.
Abandone o passado a cada momento.
Lembre-se de abandoná-lo. Assim como você limpa sua casa todas as manhãs, a cada momento limpe sua casa interior do que passou.
Não espere nada do futuro.
Abandone as expectativas. Uma vez abandonadas, você aprendeu a viver. Então tudo que lhe acontece, o satisfaz, seja o que for. A frustração é uma sombra da expectativa.
Ninguém está contra você, a existência não é uma conspiração contra você, ela é o seu lar.
Ame o homem, a mulher, a criança, o animal, a árvore, as estrelas.

A vida é assim.
Não mude de casamento, mude seu olhar sobre ele. Seu amado é apenas uma ponte para você viver a maior experiência: o amor por toda a existência. Deixe seu anseio profundo ser uma busca pelo seu próprio ser interior. Lá o encontro com você mesmo já está acontecendo. Mude o foco: do benhê para o amor, para o que há entre vocês. A diferença está na perspectiva escolhida e não no objecto examinado...

E você, o que quer, ser feliz ou ter razão?


"Deseje a sabedoria.
Quer explorando o que existe à sua volta, quer aprofundando-se até as mais distantes fronteiras do conhecimento humano, no final você sempre se defrontará com alguma coisa inexplicável. Ela se chama vida." Albert Schweitzer

 

Este texto não é meu o autor é desconhecido mas achei muito interessante.

 

sinto-me:
música: meus momentos - Alceu Valença

publicado por bruxabouga às 09:50

link do post | comentar | favorito
|

.porque sou de 67 - Brel

.é só carregar no play e pause na Mylene...

.mais sobre mim

.links

.contas

Search this website:

Powered by Apollofind.com

.as minhas fotos

.arquivos

. Janeiro 2010

. Julho 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

blogs SAPO

.subscrever feeds