Vem, cara, me retrate/Não é impossível/Eu não sou difícil de ler/Faça sua parte/Eu sou daqui eu não sou de Marte/Vem, cara, me repara/Não vê, tá na cara, sou porta-bandeira de mim/Só não se perca ao entrar/No meu infinito particular(...)"

.tags

. todas as tags

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.les moines boudhistes- my spirit flies

.posts recentes

. ser supreendida!

. facebook...

. voltar aqui

. pontuação...

. cigarro tecnológico

. já tinha saudades...

. ó meu rico menino!

. como quero me sentir!

. perdi-me...e não me consi...

. há quanto tempo anda nest...

. uma forma de vêr!

. uma verdade!

. Não custa nada fazer, é s...

. origem vegetal ou orige a...

. As respostas de um amigo

Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

27 agosto verdade ou mentira?

Afinal fiquei na dúvida ao falar com algumas pessoas experts no assunto disseram-me que afinal a história que circula pela net e que eu inclusivé coloquei essa informação aqui nuns posts atrás não passa de uma mentira, fiz algumas pesquisas na net não tão aprofundadas como gostaria , mas o tempo não me permitiu, conclusão aqui deixo  algumas coisitas:

ObservaçãoAs condições de observação mais favoráveis são aquelas em que a distâcia Terra - Marte é a menor possível. Isso se dá quando a Terra está no afélio e Marte no periélio e ambos na mesma direção e sentido em relação ao Sol. Esse tipo de coincidência ocorre num ciclo de aproximadamente dezessete anos, onde a distância entre eles é cerca de 60 milhões de Km. Como Galileu observou em sua época, Marte realmente apresenta uma pequena fase, ou seja os observadores terrestres podem notar uma parte não iluminada do planeta em determinadas condições, porém a fase nunca se completa pois ele está numa óbita mais externa que a da Terra (nunca há fase nova ou de quadratura).

http://www.cdcc.usp.br/cda/aprendendo-basico/sistema-solar/marte.html#Heading24

Oposição de Marte

Uma ilustração da Terra e Marte em oposição
Uma ilustração da Terra e Marte em oposição
Como todos os planetas no nosso sistema solar, a Terra e Marte orbitam o Sol. Mas a Terra está mais perto do Sol, e dessa forma percorre sua órbita mais rapidamente. A Terra faz duas voltas em torno do Sol em quase o mesmo tempo que Marte leva para dar uma volta. Assim, algumas vezes os dois planetas estão em lados opostos do Sol, muito distantes, e outras vezes a Terra se encontra com seu vizinho e passa relativamente perto dele.

 

 

O Que é Oposição?

 

Durante a oposição, Marte e o Sol estão diretamente em lados opostos da Terra. De nossa perspectiva em nosso mundo em movimento, Marte surge no leste exatamente quando o Sol se põe no oeste. Então, após ficar no céu a noite inteira, Marte se põe no oeste no nascer do Sol. Já que Marte e o Sol aparecem em lados opostos do céu, nós dizemos que Marte está em "oposição." Se Marte e a Terra seguissem órbitas perfeitamente circulares, a oposição seria o mais perto que os dois planetas poderiam chegar.

É claro, que quando se fala em movimentos no espaço nada é tão simples! Nossas órbitas são na verdade elípticas (ovais), e nós viajamos um pouco mais perto do Sol em um dos lados da nossa órbita que do outro.

 

Quando Ocorre a Oposição?

 

Uma ilustração da "defasagem" relativa entre as órbitas da Terra e de Marte

 

 

As oposições de Marte acontecem a cada 26 meses. A cada 15 ou 17 anos, a oposição ocorre dentro de umas poucas semanas do periélio de Marte (o ponto da órbita que está mais perto do Sol).

 

Uma oposição pode ocorrer em qualquer ponto da órbita de Marte. Quando ocorre enquanto o planeta vermelho está mais perto do Sol (chamada "oposição periélica"), Marte está particularmente próximo à Terra. Se a Terra e Marte tivessem órbitas perfeitamente estáveis, então cada oposição periélica traria os dois planetas ao ponto de maior proximidade. Isto é quase o que acontece.

Mas de novo, a natureza tem algumas pequenas complicações. A interação gravitacional dos outros planetas constantemente mudam a forma das órbitas um pouco. O gigante Júpiter influencia escpecialmente a órbita de Marte. Além disso, as órbitas da Terra e de Marte não estão no mesmo plano. O caminho dos planetas em torno do Sol estão ligeiramente defasadas entre si.

Assim, com todos estes fatores somados, algumas oposições periélicas os aproximam mais do que as outras. Esta que nós estamos tendo em 2003 é a maior aproximação em quase 60.000 anos!

A órbita de Marte é mais elíptica que a da Terra, assim a diferença entre o periélio e o afélio é maior. Ao longo dos séculos passados, a órbita de Marte tem ficado cada vez mais elongada, carregando o planeta cada vez mais próximo ao Sol no periélio e cada vez mais longe no afélio. Portanto, futuras oposições periélicas irão trazer a Terra e Marte mais próximos. Mas nós ainda teremos este privilégio por enquanto. Nosso recorde de 2003 permanecerá até 28 de agosto de 2287!

Texto original da NASA (http://mars.jpl.nasa.gov/allabout/nightsky/nightsky03.html)
Artigo traduzido por Luis Gustavo Gabriel

e agora?


publicado por bruxabouga às 18:59

link do post | comentar | favorito
|

.porque sou de 67 - Brel

.é só carregar no play e pause na Mylene...

.mais sobre mim

.links

.contas

Search this website:

Powered by Apollofind.com

.as minhas fotos

.arquivos

. Janeiro 2010

. Julho 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.pesquisar

 

blogs SAPO

.subscrever feeds